Cerimónia de Inauguração do 5.º Fórum Sem Fios da Telecomunidade da Ásia Pacífico

Nota de Imprensa

O 5.º Encontro do “Wireless Forum” da Telecomunidade da Ásia Pacífico com a duração de 4 dias consecutivos foi inaugurado hoje em Macau, contando com a participação de mais de 170 delegados de 32 países, dos quais se destacam entidades governamentais responsáveis pelas telecomunicações e tecnologias da informação, prestadores dos serviços de telecomunicações, fabricantes dos aparelhos de comunicação e instituições de estudo e exploração.

A cerimónia de inauguração foi realizada hoje de manhã às 9H00 no centro das exposições e convenções da Doca dos Pescadores de Macau, com os distintos convidados tais como o Eng.º Lau Si Io, secretário para os Transportes e Obras Públicas, o Sr. Toshiyuki Yamada, Secretário-Geral da Telecomunidade da Ásia Pacífico, o Dr. Youngkyun Kim, Presidente do “Wireless Forum”, o Sr. Sun Lixin, Vice-Presidente do “Wireless Forum” e o Eng.º Tou Veng Keong, Director da DSRT. Na cerimónia de inauguração, Lau Si Io, Secretário para os Transportes e Obras Públicas, manifestou que será reforçado, mediante a realização deste Fórum, o intercâmbio e cooperação entre Macau e outros países da Ásia Pacífico. Espera-se também que as aplicações de tecnologias de radiocomunicações possam elevar a qualidade de vida dos cidadãos e trazer finalmente benefícios aos povos da Ásia Pacífico. O Sr. Toshiyuki Yamada e o Dr. Youngkyun Kim proferiram palestras na cerimónia de inauguração.

Neste fórum, serão abordados e trocados experiências nos temas tais como espectro radioeléctrico, serviço IMT-2000, tendência de desenvolvimento do mercado, tecnologias de acesso fixo sem fios e convergência dos serviços de telecomunicações e serviços de radiodifusão, mediante diferentes grupos de trabalho.

A DSRT espera que mediante o Fórum, sejam aprofundados conhecimentos das tecnologias de radiocomunicações e definidos rumos relativos à adopção dos padrões técnicos bem como direcção do desenvolvimento neste âmbito, a fim de promover o desenvolvimento de radiocomunicações local, para que possamos encaminhar juntamente com a Ásia Pacífico, até com o mundo na respectiva área. Espera-se também que possamos projectar a imagem internacional de Macau e trazer influências positivas à sociedade geral de Macau.